Voltar
Quais foram os salários dos melhores pilotos da F1 em 2023?

Conheça os salários dos melhores pilotos da F1 em 2023

A Fórmula 1, é um esporte de pura emoção que envolve muito risco para os pilotos. Para se tornar um piloto de F1 é necessário anos de dedicação para aprender habilidades técnicas de direção, é preciso desenvolver uma enorme capacidade de concentração e tudo isso unido a uma imensa dose de coragem.

Para viver toda essa adrenalina, arriscando a vida a cada competição, existe um imenso benefício financeiro. Os salários dos pilotos de F1 são altíssimos, especialmente se falarmos dos grandes nomes do esporte. Aperte os cintos, hoje vamos desvendar os salários dos pilotos mais icônicos e bem sucedidos da Fórmula 1 durante 2023.

O ranking salarial dos 20 pilotos mais bem pagos da F1 em 2023

O ano de 2023 já está no fim, e o grande destaque da temporada foi o piloto mais bem pago e recém-campeão mundial Max Verstappen, o segundo lugar ficou com um nome conhecido do esporte, Lewis Hamilton. O terceiro lugar na lista de mais bem pagos vai para Charles Leclerc, piloto que há alguns atrás foi queridinho da Ferrari e hoje é a aposta da Prancing Horse para o futuro.

Confira abaixo o ranking salarial dos 20 pilotos mais bem pagos da F1 em 2023:

Max Verstappen (Red Bull): US$ 60 milhões por ano

Lewis Hamilton (Mercedes): US$ 55 milhões por ano

Charles Leclerc (Ferrari): US$ 24 milhões por ano

Lando Norris (McLaren): US$ 20 milhões por ano

Carlos Sainz (Ferrari): US$ 12 milhões por ano

Sergio Perez (Red Bull): US$ 10 milhões

Valtteri Bottas (Alfa Romeo Sauber): US$ 10 milhões

George Russell (Mercedes): US$ 8 milhões

Esteban Ocon (Alpine): US$ 6 milhões

Fernando Alonso (Aston Martin): US$ 5 milhões

Pierre Gasly (Alpine): US$ 5 milhões

Kevin Magnussen (Haas): US$ 5 milhões

Alexander Albon (Williams): US$ 3 milhões

Zhou Guanyu (Alfa Romeo Sauber): US$ 2 milhões

Lance Stroll (Aston Martin): US$ 2 milhões

Nico Hulkenberg (Haas): US$ 2 milhões

Oscar Piastri (McLaren): US$ 2 milhões

Nick de Vries (Alpha Tauri): US$ 2 milhões

Yuki Tsunoda (Alpha Tauri): US$ 1 milhão

Logan Sargeant (Williams): US$ 1 milhão

Max Verstappen: o mais bem pago de 2023

O fenômeno Max Verstappen é o campeão mundial do esporte em 2023, esse ano ele

conquistou o seu terceiro campeonato consecutivo vencendo 19 corridas, quebrando o seu próprio recorde da temporada passada de 15 vitórias. Ele encerrou o ano com uma vantagem de 290 pontos na classificação, quebrando um novo recorde (a margem de vitória de 155 pontos de Sebastian Vettel em 2013), e ainda superou os 285 pontos que o vice-campeão de 2023, Sergio Pérez, marcou no total.

Todo esse destaque garantiu ao Verstappen nada menos que um salário de 60 milhões de dólares por ano pagos pela Red Bull para tê-lo como primeiro piloto da equipe da famosa empresa de bebidas energéticas, consolidando a Red Bull como a melhor equipe da temporada.

O holandês continua como favorito em 2024 e promete continuar elevando o padrão da F1 para os seus adversários.

Lewis Hamilton: o segundo mais bem pago

Um dos dois únicos pilotos na história da F1 a vencer sete campeonatos, Lewis Hamilton recuperou o fôlego e saiu do sexto lugar de 2022 para conquistar o terceiro lugar em 2023. Lewis Hamilton, astro britânico que tem o mesmo número de vitórias do lendário Schumacher, garantiu um salário de 55 milhões de dólares por ano, sendo o segundo piloto mais bem pago da Fórmula 1.

Mesmo que a Mercedes não seja o grande destaque da temporada, Hamilton terminou a especulação ao assinar uma extensão de contrato com a equipe alemã em agosto. A promessa é que em 2024 a Mercedes volte a ter destaque. Hamilton vai com sede de vitória em busca do seu oitavo campeonato mundial, pois assim se consolidará como o piloto de Fórmula 1 mais bem-sucedido de todos os tempos.

Fernando Alonso

Na sua primeira temporada com a Aston Martin, depois de dois anos correndo pela Alpine, o popular piloto espanhol, Fernando Alonso terminou em quarto lugar na tabela de classificação da F1 e garantiu um salário anual de US$ 5 milhões.

Apesar de não conseguir destaque a ponto de levar o título, a Aston Martin é uma equipe com dois pilotos promissores, Alonso e Lance Stroll, e prometem grandes vitórias para 2024.

Quanto o Leclerc ganha?

Charles Leclerc em 2023, garantiu um salário anual de US$ 24 milhões, é o piloto mais bem pago da Ferrari, já que o salário do seu companheiro de equipe, Carlos Sainz é exatamente a metade disso, ou seja, US$ 12 milhões.

Leclerc está na Ferrari desde 2019, entrou para equipe depois de começar na Fórmula 1 com a Sauber e, até o momento, venceu cinco GPs ao volante de uma das equipes mais famosas de F1, mas ainda não levou o título mundial.

Com a imbatível equipe da Red Bull, as colocações na tabela de classificação são importantes, e Leclerc, junto com Sainz, está tentando fazer a Ferrari voltar a ganhar força na Fórmula 1, para que dentro de poucos anos possa voltar a sonhar com o campeonato mundial.