Voltar
Descubra o que você precisa saber sobre o Grupo B da Copa das Américas

Copa das Américas 2024: Membros do grupo B

Marcada para acontecer entre 20 de junho e 14 de julho, nos Estados Unidos, a Copa América 2024 irá reunir 16 seleções da América do Sul, Central e do Norte.

Na primeira etapa do torneio, que é a fase de grupos, as 16 seleções foram sorteadas em 4 grupos, com 4 times cada um. No grupo B, estão Equador, Jamaica, México e Venezuela. Além disso, o grupo A tem Argentina, Canadá, Chile e Peru; o grupo C tem Bolívia, Estados Unidos, Panamá e Uruguai; e o grupo D é formado por Brasil, Colômbia, Costa Rica e Paraguai.

Abaixo, veja um guia informativo acerca dos membros do grupo B, incluindo o histórico das seleções na competição, curiosidades, ano de estreia na Copa das Américas e muito mais.

Equador

Histórico de participações na Copa das Américas: Um dos países que mais participaram do torneio, o Equador ainda não ganhou a taça. Sua melhor colocação na Copa das Américas até hoje foi o quarto lugar.

Número de edições em que se classificou para o torneio: 30 edições

Ano de estreia na Copa das Américas: 1939

Jogadores mais notáveis do elenco: Alguns dos destaques do Equador são o meio-campista Kendry Páez, do Independiente Del Valle, e o zagueiro Piero Hincapié, que joga no Bayer Leverkusen.

Momentos marcantes na competição: Em 1993, o Equador se classificou em primeiro na fase de grupos e avançou até as semifinais da Copa das Américas, uma das maiores conquistas da seleção equatoriana em âmbito internacional.

Estatísticas e curiosidades: O Equador já foi sede da Copa das Américas em três ocasiões, nos anos de 1947, 1959 e 1993.

Sucessos e fracassos recentes na Copa das Américas: Em 2019, a seleção do Equador teve um desempenho abaixo do esperado, sendo a última colocada de seu grupo e eliminada precocemente da competição. Na edição seguinte, em 2021, o Equador chegou até as quartas de final, sendo eliminado pela Argentina, que se tornaria a grande vencedora do torneio.

Expectativas da equipe para a edição atual: Com uma equipe bem treinada em ótimo condicionamento físico, o Equador tem boas chances de se classificar na fase de grupos e avançar para os playoffs.

Jamaica

Histórico de participações na Copa das Américas: Filiada à CONCACAF, a seleção da Jamaica tem poucas participações no torneio e ainda busca sua primeira vitória na Copa das Américas.

Número de edições em que se classificou para o torneio: 3 edições

Ano de estreia na Copa das Américas: 2015

Jogadores mais notáveis do elenco: Entre os nomes mais promissores da seleção jamaicana, estão o ponta-esquerda Demarai Gray, do Al-Ettifaq, e o meio-campista Bobby De Cordova-Reid, que joga no Fulham.

Momentos marcantes na competição: Em 2015, ao fazer sua estreia no torneio, a Jamaica encarou a celebrada seleção da Argentina. Ela conseguiu competir de forma corajosa, em uma partida que terminou 1x0 a favor dos argentinos.

Estatísticas e curiosidades: Após participar das edições de 2015 e 2016 do torneio, a Jamaica ainda não pontuou na competição e acumula um retrospecto negativo de 6 derrotas na Copa das Américas.

Expectativas da equipe para a edição atual: Mesmo tendo pouca tradição no torneio e um histórico negativo, a Jamaica pode surpreender na Copa das Américas 2024 com uma equipe repleta de jovens promessas e talentos em ascensão.

México

Histórico de participações na Copa das Américas: Entre as seleções que não fazem parte da CONMEBOL, o México é a que mais participou do torneio. Apesar de ainda não ter levantado a taça, os mexicanos já chegaram a duas finais.

Número de edições em que se classificou para o torneio: 11 edições

Ano de estreia na Copa das Américas: 1993

Jogadores mais notáveis do elenco: O México tem destaques como o volante Edson Álvarez, do West Ham, e o centroavante Santi Giménez, que joga no Feyenoord.

Momentos marcantes na competição: Em 2001, a seleção mexicana derrotou adversários como Chile e Uruguai e chegou até a final do torneio. Apesar de muito disputada, a decisão acabou com uma derrota mexicana para a Colômbia por 1x0.

Estatísticas e curiosidades: O México tomou uma das maiores goleadas recentes da Copa das Américas, um impressionante 7x0 contra o Chile, em 2016.

Sucessos e fracassos recentes na Copa das Américas: Na edição de 2015, o México teve um desempenho ruim e foi eliminado de forma precoce na primeira fase, ficando na última posição de seu grupo. No ano seguinte, o México se classificou em primeiro e parecia ser um dos postulantes ao título, mas acabou sendo atropelado pelo Chile.

Expectativas da equipe para a edição atual: O México não está em uma boa fase atualmente, mas a experiência de seu treinador e a qualidade técnica da equipe o colocam entre as equipes mais cotadas para se classificar no grupo B para as quartas de final.

Venezuela

Histórico de participações na Copa das Américas: Ainda sem conquistar um título, a Venezuela conseguiu sua melhor colocação no torneio em 2011, quando avançou até as semifinais.

Número de edições em que se classificou para o torneio: 20 edições

Ano de estreia na Copa das Américas: 1967

Jogadores mais notáveis do elenco: A seleção venezuelana tem entre seus atletas mais importantes o ponta-direita Jefferson Savarino, do Botafogo, e o meio-campista Cristian Cásseres Jr., que joga no Toulouse.

Momentos marcantes na competição: Na edição de 2011, a Venezuela apresentou um ótimo desempenho dentro de campo, e só não chegou até a final do torneio porque perdeu a semifinal nos pênaltis para o Paraguai.

Estatísticas e curiosidades: A Venezuela foi a última seleção que faz parte da CONMEBOL a estrear no torneio, o que só ocorreu em 1967.

Sucessos e fracassos recentes na Copa das Américas: O histórico recente da Venezuela é formado por mais fracassos do que sucessos. Em 2021, por exemplo, a equipe foi a última colocada de seu grupo, o que resultou em sua eliminação ainda na primeira fase.

Expectativas da equipe para a edição atual: Para a Copa das Américas de 2024, a Venezuela conta com uma equipe bem montada e com bons talentos individuais. Portanto, a expectativa é de que a seleção venezuelana possa brigar por uma das vagas para as quartas de final.

O que esperar do grupo B na Copa das Américas

Com estreia marcada para o dia 22 de junho, as seleções do grupo B devem entregar partidas disputadas e emocionantes. Como o grupo não tem um grande favorito, a expectativa é de que México, Equador e Venezuela briguem pelas duas vagas para as quartas de final, sem esquecer da Jamaica, que também tem chances, ainda que menores.

Realize sua aposta esportiva com Lucro Turbinado com até R$500 extra na nossa casa de apostas LeoVegas.

Aposte na Copa das Americas